Berçário
CSL Premium (Tempo Integral)
Educação Infantil
Ensino Fundamental (1º ao 9º Ano)
Ensino Médio (1º ao 3º ano)

Asenem 2017 inscrição inscrições do Enem já começaram!

Acesse: enem.inep.gov.br/participante e faça a sua inscrição até 19 de maio.

Dados: Colégio Santa Luzia – Col Sta Luzia / Código INEP: 21092680

Pensando em você, preparamos uma lista de ações infalíveis para sua aprovação. Não há
contraindicações. Pratique as atitude abaixo e prepare-se, o ENEM vem aí…
 Assista às aulas com atenção;
 Estude diariamente, com disciplina, foco e determinação;
 Resolva sistematicamente exercícios e simulados;
 Faça redação semanalmente;
 Leia com assiduidade;
 Pense, reflita e escolha sua profissão;
 Alimente-se e durma adequadamente;
 Não abdique totalmente dos momentos de lazer;
 Pratique atividade física;
 Busque apoio familiar;
 Trabalhe a estabilidade emocional: desenvolva o autoconhecimento, compartilhe as possíveis
angústias, fortaleça sua autoestima e exercite sua autoconfiança.
E lembre-se, toda a Equipe Ari de Sá e CSL confia e torce por você!

SÃO LUÍS – A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Federal do Maranhão (Proen-UFMA) divulgou na quarta-feira, 15, a segunda lista de convocação de candidatos para matrículas da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), referente ao semestre 2017.1.

Veja lista dos selecionados: http://www.ufma.br/portalUFMA/resultado/s6T6lkF3Qu7mlwI.pdf

As matrículas serão realizadas nos dias 20 e 21 de março, no câmpus de oferta do curso. Em São Luís, são realizadas no Centro Pedagógico Paulo Freire, na Cidade Universitária Dom Delgado. Nos demais câmpus, nas respectivas secretarias acadêmicas.

Para efetivar a matrícula, os candidatos devem apresentar os seguintes documentos no ato da matrícula: duas fotos recentes 3×4 coloridas; Registro Geral de Identidade (RG); Cadastro Geral de Pessoas Físicas (CPF); prova da quitação com o serviço militar, para os candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos e menores de 45 anos, além do título de eleitor acompanhado da prova de quitação eleitoral, para maiores de 18 e menores de 70 anos; certificado de conclusão e histórico escolar do ensino médio; e comprovante de residência atualizado.

Fonte: http://portais.ufma.br/PortalUfma/paginas/noticias/noticia.jsf?id=49348

 

Cropped shot of a handsome young student working diligently in his classroom

Foto: iStock

Onze universidades federais e 29 universidades estaduais ainda mantêm vestibulares próprios, com prova de redação. Ou seja, você pode não depender só da redação da prova do Enem para garantir uma vaga em uma universidade pública. Surpreso?

Explicamos. Muitas universidades optaram por manter vestibular próprio (ou parte dele) por terem, de qualquer forma, que realizar as provas de habilidades específicas, como aquelas para os cursos de música e arquitetura.

Algumas, como a Universidade de Brasília (UnB), só aderiram à prova do Enem e ao Sistema de Seleção Unificado (Sisu) para o ingresso no início do ano, e mantém vestibular próprio no meio do ano. Outras, como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, utilizam a nota do Enem apenas parcialmente para o ingresso. A grande maioria é formada pelas estaduais. Vale a pena ficar ligado. Veja quais são elas em 2016:

Veja um passo a passo para a redação nota 10

Federais

UFGD-MS Universidade Federal da Grande Dourados
UFPE Universidade Federal de Pernambuco
UFPR Universidade Federal do Paraná
UFRGS Universidade Federal do Rio Grande do Sul
UFRR Universidade Federal de Roraima
UFS Universidade Federal de Sergipe
UFSC Universidade Federal de Santa Catarina
UFTM-MG Universidade Federal do Triângulo Mineiro
UFU-MG Universidade Federal de Uberlândia
UnB-DF Universidade de Brasília
Unifesp Universidade Federal de São Paulo

Estaduais

Udesc Universidade do Estado de Santa Catarina
UEA Universidade do Estado do Amazonas
Uece Universidade Estadual do Ceará
Uefs Universidade Estadual de Feira de Santana
UEG Universidade Estadual de Goiás
UEL Universidade Estadual de Londrina
UEM Universidade Estadual de Maringá
Uema Universidade Estadual do Maranhão
Uemg Universidade do Estado de Minas Gerais
Uenp Universidade Estadual do Norte do Paraná
UEPG Universidade Estadual de Ponta Grossa
Uerj Universidade do Estado do Rio de Janeiro
UERR Universidade Estadual de Roraima
Uesb Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Uncisal Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas
Uneb-BA Universidade do Estado da Bahia
Unemat Universidade do Estado de Mato Grosso
Unesp Universidade Estadual Paulista
Unespar Universidade Estadual do Paraná
Unicamp Universidade Estadual de Campinas
Unicentro-PR Universidade Estadual do Centro-Oeste
Unimontes MG Universidade Estadual de Montes Claros
Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Unitins Fundação Universidade do Tocantins
Univesp Universidade Virtual do Estado de São Paulo
UPE Universidade de Pernambuco
Urca-CE Universidade Regional do Cariri
USP Universidade de São Paulo
UVA-CE Universidade Estadual Vale do Acaraú

Veja todos os temas de redação que já caíram no Enem 

Vídeodica: como escrever uma boa dissertação

Fonte: guiadoestudante.abril.com.br

 

Uema abre seletivo para 1.034 vagas ociosas em cursos de graduação

As vagas são para transferência facultativa (interna e externa), readmissão de curso e matrícula de portador de diploma de curso de graduação.

IMPERATRIZ – A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) divulgou o edital de processo seletivo para preenchimento de vagas ociosas nos cursos de graduação oferecidos nos campi da instituição, no segundo semestre deste ano. As inscrições devem ser realizadas de forma presencial e estarão abertas no período de 16 a 20 de maio.

As vagas são oferecidas nas modalidades de transferência facultativa (interna e externa), readmissão de curso e para matrícula de portador de diploma de curso de graduação reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições devem ser feitas apenas de forma presencial, na secretaria do campus onde o candidato concorrerá à vaga, no horário das 14h às 18h.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 100 para as vagas de transferência externa e portador de diploma de graduação, e R$ 35 para transferência interna e readmissão de curso. O valor deve ser depositado em conta bancária, em nome de Universidade Estadual do Maranhão, na conta corrente nº 5393-7, agência 3846-6, no Banco do Brasil.

Os nomes dos estudantes com inscrições deferidas serão divulgados no dia 13 de junho, nos murais das secretarias do campi onde foram feitas as inscrições.
As provas, compostas por questões discursivas e redação, terão duração de quatro horas e serão aplicadas no dia 1º de julho, no período da tarde. Serão cinco questões analítico-discursivas, baseadas em conteúdos de disciplinas do mesmo núcleo, além da prova de produção textual.
Vagas
Ao todo, são oferecidas 1.034 vagas, distribuídas em 12 campi campi da Uema. Em Imperatriz, são oferecidas 131 vagas, distribuídas entre os cursos de Administração, Ciências Biológicas, Agronomia, Engenharia Florestal, Física, Matemática e Medicina Veterinária.
Também há oferta de vagas para os campi de Açailândia, Bacabal, Grajaú, Pedreiras, Balsas, Coelho Neto, Caxias, Pinheiro, Santa Inês, São Luís e Timon. Um requerimento deve ser preenchido e entregue no ato da inscrição.De acordo com o cronograma oficial, o resultado final será divulgado no dia 27 de julho. Para obter informações sobre o quantidade de vagas por curso e outros detalhes, acesso o edital do seletivo.

Créditos:
19/04/2016 às 18h06 – Diego Sousa / ImperaNews
Foto Reprodução da Internet

As provas acontecerão dias 5 e 6 de novembro e as inscrições ocorrem de 9 a 20 de maio

O Ministério da Educação divulgou as datas de realização das provas e das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio 2016.  Segundo o MEC, as provas acontecerão nos dias 5 e 6 de novembro e o período de inscrições será de 9 a 20 de maio.

O exame, neste ano, conta com algumas novidades. Foi criado o aplicativo “Enem 2016”, que reúne conteúdos, simulados, exercícios, plano de estudos personalizado, videoaulas e notícias atualizadas sobre a prova. E possibilita, também, o armazenamento dos dados da inscrição e senha do candidato no próprio aplicativo. O app é gratuito e estará disponível para iOS e Android. Outra novidade, refere-se a segurança na aplicação das provas. Pela primeira vez será realizado o reconhecimento individual, através da biometria, onde a impressão da digital do participante será impressa na sua ficha de identificação por meio de selo gráfico, autoadesivo.

As inscrições irão custar R$ 68 e o pagamento deverá ser efetuado até o dia 25 de maio em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Estarão isentos do pagamento, estudantes concluintes do ensino médio em 2016 matriculados em escolas da rede pública e pessoas que declarem carência socioeconômica. Os isentos que não comparecerem nos dias de prova, perderão o benefício na próxima edição.

Travestis e transexuais que pretendem ser identificados pelo nome social devem fazer a inscrição normalmente, no período estabelecido no edital, de 9 a 20 de maio. Entretanto, para usar o nome social, precisam encaminhar cópia de documento de identificação, foto recente e formulário disponível on-line, preenchido, entre os dias 1 e 8 de junho, pelo sistema, na página do participante.

O Enem é usado como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). A participação na prova, também, é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Além disso, estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do exame.

O Ministério da Educação estima que 8 milhões de pessoas se inscrevam para o Enem 2016. No Maranhão, na última edição, foram registradas 270.601 inscrições. A Universidade Federal do Maranhão registrou a maior concorrência do Brasil, com 56,3 candidatos por vaga, na edição 2016 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Créditos:
Produção: Marcelo Oliveira
Revisão: Débora Santos

Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Fonte: Géssica dos Anjos

Fuvest divulga lista de livros obrigatórios para 2017, 2018 e 2019

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) que seleciona alunos para a USP (Universidade de São Paulo) acaba de divulgar a nova lista de livros obrigatórios para as seleções de 2017, 2018 e 2019. A Fuvest tem mudado a lista a cada três anos.

Confira a lista para os vestibulares 2017, 2018 e 2019:
  • Iracema – José de Alencar;
  • Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis;
  • O cortiço – Aluísio Azevedo;
  • A cidade e as serras – Eça de Queirós;
  • Capitães da Areia – Jorge Amado;
  • Vidas secas – Graciliano Ramos;
  • Claro enigma –  Carlos Drummond de Andrade;
  • Sagarana – João Guimarães Rosa;
  • Mayombe – Pepetela

Autor angolano

Praticamente todos os títulos da lista são de consagrados autores da literatura brasileira ou portuguesa — ou seja, fazem parte do conteúdo esperado para o ensino médio. A surpresa deste ano é a inclusão de uma obra do angolano Pepetela (Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos), que foi guerrilheiro do MPLA, político e governante.

Seu livro Mayombe é “uma narrativa que mergulha fundo na organização dos combatentes do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), trazendo à tona as suas dúvidas, contradições, medos e convicções”, segundo sua descrição no site da Leya, que o edita no Brasil.

Mudanças

Em relação à lista anterior (que vigorou nos últimos três anos) foram mantidas as seguintes obras: Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis; O cortiço, de Aluísio Azevedo; A cidade e as serras, de Eça de Queirós; Vidas secas, de Graciliano Ramos e Capitães da areia, de Jorge Amado.

Os livros que entraram na lista foram: Iracema, de José de Alencar;  Claro enigma, de Carlos Drummond de Andrade; Sagarana, de João Guimarães Rosa e Mayombe, de Pepetela.

Os título que saíram foram: Viagens na minha terra, de Almeida Garrett; Til, de José de Alencar; Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida e Sentimento do mundo, de Carlos Drummond de Andrade.

Fonte: UOL

Universidade do Porto é a 12ª a aceitar nota do ENEM em Portugal

Instituição tem cerca de 32 mil estudantes e 14 faculdades.
Exame nacional passa a ser aceito após assinatura de convênio.

A Universidade do Porto passa a ser a 12ª instituição de ensino superior em Portugal que aceita os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como critério de seleção de novos alunos.

O convênio entre a universidade e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi firmado na quarta-feira (9). O investimento para ingresso é de 3.000 (três mil) euros. Estudantes estrangeiros com língua portuguesa pagam a metade deste valor.

“Há toda uma estrutura cuidada e preparada para receber os estudantes brasileiros, pois, somos uma instituição portuguesa com muitos estudantes estrangeiros”, afirmou a vice-reitora, Maria de Fátima Marinho.

Atualmente a Universidade do Porto tem cerca de 32 mil estudantes, 14 faculdades e cursos de licenciaturas e mestrados integrados, mestrados, doutoramentos e educação contínua.

Enem em Portugal
Veja abaixo a lista das instituições que aceitam o Enem em Portugal:

Universidade de Coimbra
Universidade do Algarve
Universidade de Aveiro
Universidade de Lisboa
Universidade do Porto
Instituto Politécnico da Guarda
Instituto Politécnico de Portalegre (IPP)
Instituto Politécnico do Porto (IPP)
Instituto Politécnico de Leiria (IPL)
Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)
Instituto Politécnico de Barcelos (IPCA)
Instituto Politécnico de Coimbra

Fonte: G1

Universidade da Madeira vai receber brasileiros pelo ENEM

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) já protocolou diversos acordos com instituições portuguesas para ingressos de brasileiros que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta segunda-feira, 14, foi a vez da Universidade da Madeira (UMa), que também vai aproveitar as notas do exame. Agora, são 13 as instituições de ensino superior portuguesas a utiliz
ar as notas do Enem.

“Temos o objetivo de apontar para mercados que tenham qualidade de ensino para os alunos. Neste caso, é o Brasil, colocando o Enem como porta de entrada”, disse o vice-reitor da UMa, José Manuel Rocha Teixeira Baptista.

Para o presidente em exercício, Carlos Eduardo Moreno, o Enem é uma fonte muito boa para selecionar estudantes. “Uma seleção nacional que tem de inscritos no país, cerca de nove milhões, só resulta em qualidade. Ou seja, no final do exame são selecionados os melhores participantes brasileiros para ingresso nas universidades,” ressaltou.

Madeira – A UMa é uma instituição pública, fundada há 28 anos. Atende o arquipélago da Madeira e a zona Euro-Atlântica. Conta com cerca de 220 docentes, os quais cobrem mais de 18 áreas consolidadas. Situa-se na cidade do Funchal.

Mais informações podem ser obtidas no portal da universidade

Consulte pela internet as 13 instituições portuguesas que utilizam as notas do Enem:

Universidade de Coimbra
Universidade do Algarve
Universidade de Aveiro
Universidade de Lisboa
Universidade do Porto
Instituto Politécnico da Guarda
Instituto Politécnico de Portalegre (IPP)
Instituto Politécnico do Porto (IPP)
Instituto Politécnico de Leiria (IPL)
Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)
Instituto Politécnico de Barcelos (IPCA)
Instituto Politécnico de Coimbra
Universidade da Madeira (UMa)

Fonte: Portal MEC

Inscrições começam no dia 11 de janeiro.
Vagas estão espalhadas em 131 instituições de todo o país.

A primeira edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2016 vai disponibilizar 228 mil vagas em 131 instituições públicas de educação superior. O Ministério da Educação ainda não divulgou a lista. As inscrições começam no dia 11 de janeiro e vão até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 14 de janeiro.
Para disputar as vagas os candidatos precisam, necessariamente, ter participado da edição de 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ter obtido nota na prova de redação que não seja zero. O resultado do Enem será divulgado na próxima sexta-feira (8), segundo o MEC.

O Sisu é um sistema eletrônico gerenciado pelo MEC que seleciona os alunos, de acordo com o desempenho no Enem. O estudante pode se inscrever em até duas opções de vagas. Durante o período de inscrição é possível verificar a nota de corte de cada curso e mudar a candidatura, otimizando as chances de aprovação.

O resultado da chamada regular será divulgado no dia 18 de janeiro na página do Sisu e nas instituições de ensino superior. As matrículas ocorrem nos dias 22, 25 e 26 de janeiro. Assim como na edição anterior, só haverá uma chamada.
Entre os dias 18 de janeiro e 29 de janeiro os candidatos que não foram convocados para sua primeira opção podem manifestar interesse em aderir a lista de espera. Caso sobrem vagas, as instituições poderão convocar os alunos da lista.
Pelo Sisu, os candidatos que fizeram o Enem disputam vagas em instituições públicas de ensino superior de todo o país.

12

Parceiros

conheça nossos parceiros

OPEEO Líder em MimPortal SASGEO – Sistema de EnsinoEscola de Dança Flávia HomobonoCap Sports